terça-feira, 14 de julho de 2009

Filhos e o mundo


Recebi por e-mail de um amigo. Gostei da charge (vejo isso no colégio da minha filha), e principalmente da mensagem subjacente, que é mais ampla e não se resume à escola. A mensagem, a propósito, era: "todo mundo ´pensando' em deixar um planeta melhor para os nossos filhos... Quando é que 'pensarão' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

5 comentários:

Feitosa disse...

Gistei muito do post, nunca ensinei no ensino fundamental ou médio (em meu tempo era 1º e 2º grau rs) mas tenho amigos que o fazem e às vezes comentam que se sentem verdadeiramente acuados por alguns pais...

Abraço!

Otília disse...

hahahahaa!!! Professor.. muito engraçado os quadrinhos, e isso acontece ate nas faculdades nos dias atuai!

Professor, fui na quinta feira na livraria Saraiva q abriu no Iguatemi, pensando em comprar seu novo livro de processo tributario mas não tinha, entao comprei uns pra minha mono, mas gostaria de saber onde posso encontra-lo pra comprar.

bjs

Hugo de Brito Machado Segundo disse...

Otilia,
Voce encontra meus livros na Academica. Existe uma no shopping aldeota, outra na Pereira Filgueiras e outra na Costa Barros.

GVale disse...

Meu caro Hugo, além desta mensagem que encaminhei via Twitter, também recebi, semana passada, e-mail com o teor abaixo, não menos preocupante (em qeu pese o tom exagerado da crítica):

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia... havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas. Tinha-se respeito pelos pais, tios, avós, pelas pessoas mais velhas/experientes... cultivava-se a família e os amigos eram verdadeiros.

Hoje as crianças e os adolescentes primeiramente tem que saber o que é cidadania na ótica comunista, sexo seguro com todos os apetrechos eróticos que tem direito, igualdade racial, social, etc, português, matemática e geografia ficaram em segundo plano diante da sociologia e da filosofia..

Quanta diferença!

Relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada comprei um produto que custou R$ 1,58. Dei à balconista R$ 2,00 e peguei na minha bolsa 8 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.

Tentei explicar que ela tinha que me dar 50 centavos de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender. Por que estou contando isso?

Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00. Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:

( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00.

Está certo?
( )SIM ( ) NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$100,00.
O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00

7. Em 2010 vai ser assim:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$100,00.
O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.
(se você é negro, pardo ou indígena não precisa responder)
( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00

Hugo de Brito Machado Segundo disse...

Caríssimo GERMANO,
É uma honra tê-lo entre os leitores do blog.
É verdade. O tom da crítica é um pouco exagerado, mas a idéia central revela uma tendência preocupante, bem semelhante à do desenho que coloquei no post.
um abraço!

Ocorreu um erro neste gadget