segunda-feira, 14 de abril de 2008

Skydrive

Dizem que a Microsoft é especialista em pegar idéias de outras pessoas ou empresas e tornar mais fácil e difundida sua aplicação. Esse fenômeno, realmente, ocorreu com o Windows (o sistema com interface por meio de janelas e orientado a objetos surgiu muitíssimo antes, no Mac da Apple), com o Internet Explorer (quem usava a internet na década de 90 lembra do Mozilla, do Netscape Navigator...). O mesmo com algumas idéias do Firefox (que depois aparecem no Explorer, como a possibilidade de abrir "abas" e não só "janelas" novas), do Gmail, e assim por diante.
Pois bem. Sem entrar nesse mérito aqui, e sem reclamar para ela a autoria da idéia (a própria Unifor já tinha sistema assim para seus alunos há algum tempo), faço esse post apenas para noticiar que a Microsoft lançou serviço de "Drive Virtual" na internet, vinculado ao MSN. Através dele, o usuário pode criar e manter um disco de até 5 Gb, criando pastas, subpastas, salvando arquivos etc., tal como um "pen drive" virtual. É o Windows Live SkyDrive.
Como tudo, tem vantagens e desvantagens.
Não tem o problema de "esquecer o pen drive em casa", nem de deixá-lo cair no chão ou na piscina e perder tudo o que estava gravado. Mas tem o problema da vulnerabilidade e, também, de o acesso à internet falhar bem na hora que mais se precisa daquele arquivo lá gravado.
Por enquanto, estou usando como ferramenta de backup, não tendo aposentado ainda o pendrive.
Com o tempo, e a evolução da conexão à internet, cada vez mais universalizada, rápida e barata, acho que as vantagens do novo sistema de gravação de dados superarão, e muito, as desvantagens.
O sitema conta ainda com um dado interessante: é possível criar pastas "públicas" e pastas "compartilhadas". As primeiras podem ser acessadas por qualquer pessoa, e as segundas por pessoas autorizadas pelo usuário. Muito bom para compartilhar dados, idéias, textos etc.
Lembrei, ainda, de uma outra coisa. A Apple é mesmo visionária. Quando lançaram o Mac Air, o notebook mais fino do mundo (pelo menos assim diz a propaganda), que cabe dentro de um envelope A4, criticaram demais a Apple por ter tirado dele, para conseguir a tal extrema finura, o CD-ROM e algumas portas USB adicionais.





Steve Jobs respondeu que, com o tempo, os discos de CD serão todos aposentados, e os próprios pendrives serão substituídos por discos virtuais. Daí a aposta, com o Mac Air, na conectividade Wi-Fi. E a ironia é que logo sua maior concorrente lança um "produto" novo que lhe dá inteira razão...

2 comentários:

Anônimo disse...

Eles copiam sim , mas o google tambem . apple tambem ,, o sky drive e um excelente produto e o que da masi espaço 25 gb e foi o primeiro serviço de nuvem .. e o gmail e ima copia mal feita do hotmail... presta mais atençao antes de postar as coisa...

Hugo de Brito Machado Segundo disse...

Talvez você devesse prestar mais atenção antes de "comentar as coisa".
O post é de 2008, anterior portanto aos demais serviços de nuvem.
Além disso, no início dele, eu referi o fato de que todos talvez copiem as coisas uns dos outros (tal como você diz), MAS QUE NÃO IRIA ENTRAR NESSA QUESTÃO.
Se você tivesse prestado mais atenção antes de "comentar as coisa", teria lido, no início do segundo parágrafo, o seguinte: "(...) Sem entrar nesse mérito aqui, e sem reclamar para ela a autoria da idéia...faço esse post apenas para noticiar que a Microsoft lançou serviço de 'Drive Virtual' na internet"
Seja como for, obrigado pelo comentário

Ocorreu um erro neste gadget