terça-feira, 29 de julho de 2008

CUIL

Ainda sobre pesquisas na internet, acabo de descobrir a existência de um novo mecanismo de busca, elaborado por ex-engenheiros do Google. Trata-se do Cuil.
A interface é bem diferente, e a forma como os resultados são apresentados também.
O google, basicamente, apresenta todas as páginas que contêm as palavras digitadas no campo de pesquisa, e seu mérito em face dos antecessores reside apenas na forma como os resultados são ordenados, dando-se destaque aos mais relevantes. O Cuil não. Nele, resultados considerados "irrelevantes" sequer são exibidos. E os que são exibidos o são de forma organizada, ilustrada e dividida em inteligentes classificações. Experimentei pesquisar por "Lyotard", e surgiram divisões sobre o pós-modernismo, outras sobre filósofos franceses, outras sobre o livro "A condição pós-moderna", do citado autor, e da literatura construída em torno dele... Fantástico, embora os melhores resultados (talvez por essa pretensão de filtrar o conteúdo) sejam obtidos em pesquisas em inglês.
Mesmo assim, não acho que esse sistema consiga substituir o google. Eu, por exemplo, não deixarei de pesquisar no google para usar o cuil.
Quando queremos pesquisar alguma coisa sobre a qual há pouca coisa na internet, o google ainda é muito melhor. Pode ser usado para bisbilhotar a vida dos outros, a existência de novidades sobre pontos específicos etc. O cuil parece mais adequado quando se quer fazer pesquisa de conteúdo, em torno de assuntos cuja quantidade de páginas (e de porcaria) é grande. O cuil faz uma filtragem sem igual.
Vale, no mínimo, a experiência.
Quando se quer fuçar mesmo, o melhor é usar todos os search engines. Alltheweb, Google, Cuil, Yahoo, Altavista...

3 comentários:

George Marmelstein disse...

Talvez seja a minha simpatia pelo google e a sua filosofia de compartilhamento, gratuidade e liberdade, mas também não tive uma boa impressão do cuil numa primeira análise.

George

Anônimo disse...

Fui lá e gostei do cuil. Achei decisões comentadas de penal (econômico) em cima do que estou estudando, bem filtrado mesmo. Obrigada pela dica!
Bye! Tania.
Ah, em tempo, adorei o seu blog (que descobri por causa do seu amigo George) e já recomendei também a uma amiga que aaaama tributário, disse a ela que vim só por um post e acabei lendo um semestre inteiro! Impossível parar, então espaireço aqui...

Hugo de Brito Machado Segundo disse...

Obrigado, Tania.

Ocorreu um erro neste gadget