segunda-feira, 9 de junho de 2008

Boas notícias de editoras

Acabo de receber duas boas notícias.
A primeira é a de que a família do Min. Aliomar Baleeiro aceitou a proposta da Forense (que eu já havia aceito) para que eu atualizasse o livro "Uma Introdução à Ciência das Finanças".


O livro - clássico indiscutível há várias décadas - vinha sendo atualizado pelo Prof. Dejalma de Campos. Com o falecimento deste, a Forense passou a procurar alguém que pudesse continuar a atualização da obra. Convidou-me, e eu aceitei. Faltava, porém, o aval dos herdeiros do autor, que foi concedido há pouco.
Será uma imensa responsabilidade, mas também uma honra de igual tamanho: atualizar um livro que todos admiramos, pelo qual as pessoas que hoje nos ensinam aprenderam (meu pai, por exemplo, por ele muito estudou, e suas primeiras edições desse livro já eram antigas em sua biblioteca quando eu às vezes ficava por lá ouvindo o LP do balão mágico e brincando de genius, de desenhar ou de "bater à máquina" - é o novo!!!).

Aguardo apenas a remessa dos originais, em meio eletrônico, para que eu possa iniciar o trabalho de atualização.


A outra notícia da qual falava é a de que o meu "Código Tributário Nacional - Anotações..." está em vias de esgotar-se. Acabei de receber telefonema da editora Atlas avisando-me da quantidade diminuta que eles têm do livro em estoque, sinal verde para que se providencie uma segunda edição, que, aliás, eu já fiz (costumo ir fazendo "atualizações" no arquivo eletrônico do livro tão logo lançada uma edição).

Não houve mudança no texto das normas objeto das anotações, pelo que o livro não será propriamente "atualizado" nesta nova edição; apenas inseri mais notas, mais referências à jurisprudência e novas questões que podem ser suscitadas a partir de cada dispositivo. E, de qualquer sorte, essa nova edição não é um projeto a ser executado de imediato: apenas devemos começar a preparar a edição. A boa notícia, para mim, está no esgotamento da primeira, que significa alguma aceitação do público...

Sou altamente receptivo às sugestões que receber através deste blog, para a atualização dos dois livros aqui mencionados, ou dos outros que já escrevi. Tenho recebido com alegria sugestões de leitores distantes, por e-mail, e também de alunos, que às vezes com cautela e até com excesso de zelo me trazem dúvidas (com medo de me "melindrar"), pedidos de esclarecimentos ou até advertências quanto a eventuais equívocos. A todos sou muito grato, e as sugestões, quando pertinentes, são todas acolhidas. No caso dos meus alunos, para lhes estimular a leitura, ainda atribuo "ponto extra" por cada sugestão que fazem e é acolhida. Como alguns alunos fazem tudo diante da palavra "ponto" (mas nada diante das palavras "aprender" ou "se aperfeiçoar"), a tática tem funcionado... Não para que eu receba mais sugestões, mas pelo menos para que todos se dediquem com afinco à leitura dos livros...

2 comentários:

Daniel disse...

Hugo,

Parabéns, dentre os grandes tributaristas do Brasil, você foi escolhido para atualizar uma das maiores obras do Direito Tributário,sem dúvidas é uma honra, mais uma vez parabéns.

Abraços,
Daniel Aragão

Hugo de Brito Machado Segundo disse...

Obrigado, Daniel.

Ocorreu um erro neste gadget