domingo, 16 de março de 2008

O ponto de mutação

Na última sexta-feira, na aula de "Didática do Ensino Superior", no Doutorado em Direito Constitucional da Unifor, o Professor Roseno exibiu para nós alunos o filme "O Ponto de Mutação". Muito bom.
Nele os protagonistas travam interessante debate em torno de questões filosóficas da maior fundamentalidade (composição da matéria e do universo, relação do homem com o ambiente, teoria dos sistemas, democracia etc.), numa espécie de "livro audiovisual". E o mais legal é que os personagens que debatem têm visões de mundo diferentes, e abordam os mesmos problemas por prismas distintos. Uma física, um poeta e um político.
Depois - a internet está mesmo revolucionando o mundo pela forma como facilita o acesso à informação - encontrei o filme no Youtube. Como terei de fazer uma pequena dissertação sobre ele - que talvez poste aqui depois - , será muito conveniente para mim assisti-lo outras vezes.
O link, para quem tiver curiosidade:
Interessante, também, foi ver a "leitura" que cada colega fez do filme, quando conversávamos a respeito depois. Uns percebem mais uma coisa, outros têm a atenção despertada por outras coisas... E todas essas visões - com algumas poucas exceções de quem não tenha mesmo entendido nada - na verdade se complementam, pois mostram as diversas facetas do mesmo objeto. Questão epistemológia do maior relevo.

3 comentários:

Daniel disse...

Segundo,

Este filme é muito bom tive o prazer de assisti-lo também na Unifor, porém no curso de graduação em Economia, vou revê-lo que sem dúvidas minha visão hoje vai ser bem diferente de quando assiste este filme pela primeira vez.

Abraços,
Boa Pascoa,
Daniel Aragão

Daniel disse...

Segundo,

Este filme é muito bom tive o prazer de assisti-lo também na Unifor, porém no curso de graduação em Economia, vou revê-lo que sem dúvidas minha visão hoje vai ser bem diferente de quando assiste este filme pela primeira vez.

Abraços,
Boa Pascoa,
Daniel Aragão

ompo disse...

Oi, Hugo!
Muito obrigada pela descoberta do vídeo na net. Consegui alugar o vídeo na Unifor, mas ainda estava tentando encontrar um local que transformasse VHS em DVD. O grande problema é que a qualidade (péssima! você viu, não é?) do VHS seria mantida. Não encontrei nas locadoras...Enfim! Não estava conseguindo assistir na videoteca em virtude do péssimo som e imagem. Que bom ter acessado seu blog!Boa páscoa! Olívia (colega da disciplina Didática do Ensino Superior)

Ocorreu um erro neste gadget